Charlaine Harris - Visão do Além [resenha]


Harper Connelly e seu meio-irmão, Tolliver, são especialistas em realizar o serviço (encontrar cadáveres de pessoas desaparecidas), receber o pagamento e partir rapidamente, pois as pessoas que os contratam têm o estranho hábito de não querer ouvir o que eles têm a dizer. E à primeira vista, a experiência com os moradores da pequena cidade de Sarne, nas Montanhas Ozarks, parece não ser diferente. Uma adolescente está desaparecida, e Harper sente imediatamente que ela está morta. Mas os segredos que envolvem este assassinato e a própria cidade são profundos demais até mesmo para que a habilidade especial de Harper consiga desenterrá-los. Ao perceber a hostilidade crescer ao redor deles, ela e Tolliver querem apenas resolver o assunto e ir embora, mas então outra mulher é assassinada... E o criminoso ainda não terminou seu trabalho...
Ano: 2011 / Páginas: 232
Idioma: português 
Editora: Lua de Papel

RESENHANDO...
Harper foi outra heroína de Charlaine Harris com quem me identifiquei um pouquinho: Nada convencional e até meio frágil, a moça tem um dom originalíssimo de 'farejar' quando uma pessoa está morta e vislumbrar, em visões psíquicas, os últimos momentos da mesma. Mas o que me fez identificar com ela é que Harper, apesar desse dom incomum, ser uma mulher bastante simples (como a heroína Sookie, da série de mesmo nome), de hábitos frugais, inteligente e com uma vida nada fácil. Isso é algo que faz você se identificar com ela também, leitora? Isso não deixará os homens de fora, pois o livro é muito curioso, não se trata de um romance açucarado. Ao contrário, agrada homens e mulheres.


A história coloca Harper e seu meio-irmão Tolliver dentro de uma cidadezinha interiorana, Sarne, onde ela irá para desvendar o desaparecimento (e possível morte) de uma jovem. Conforme a trama se desenrola, somos apresentados aos dons incomuns de Harper, sua amizade (um tanto quanto 'ardorosa' demais) pelo mano Tolliver e um início de romance com um policial da cidade. Dá para se torcer pelo casal pois o rapaz (de acordo com as descrições da autora) é o típico 'guapo-e-cavalheiresco', um homem bom, generoso, honesto e de quebra, um belo exemplar masculino. 

Para as fãs desses romances mais doces e 'hots', entretato, ficará faltando alguma coisa (que para mim entretanto, estava de bom tamanho): cenas de sexo. No meu entender essa série de Charlaine é mesmo mais mistério do que romance-rosa. Portanto, mulheres, se aguardam aqueles momentos 'tórridos' no estilo da charmosa Sookie e seus vampiros sarados, esse romance vai decepcioná-las. Se vocês são como eu, mais adeptas de um bom suspense, com pitadas de um terror leve e insinuações de um romance (cujo maior charme é justamente esse, a sutileza), o livro é ótimo.

Um livro que agrada fãs de mistério. Para terem uma ideia do que esse livro é, se comparado a um programa de televisão: imaginem os romances da Sookie como uma novela da Globo das décadas de 80-90 (ainda boas, com pitadas de romance e várias tramas paralelas com vilões, mocinhos e mistério). E esse aqui, com o seriado Arquivo-X (igualmente interessante, porém com menos romances amorosos e mais sobrentural/suspense). 


O contra: Erros de impressão (ou de revisão!) que a Lua de Papel deixou passar. Erros grosseiros, que denotam tremenda falta de cuidado e de respeito com o leitor.

Espero nunca mais me deparar com isso. No mais, o livro é muito bom.


Série Harper Connelly
1 - Visão do Além
2 - Surpresa do Além (não publicado)
3 - Um Frio do Além (não publicado)
4 - O Segredo do Além (não publicado)


Share:

0 comentários: