John Katzenbach - O Analista


O Analista - John Katzenbach
Dr. Frederick Starks, um psicanalista de Nova Iorque, acaba de receber uma carta misteriosa e ameaçadora. Agora ele se encontra no meio de um terrível jogo criado por um homem que se autodenomina Rumplestiltskin. As regras são as seguintes: em duas semanas, Starks deve descobrir a identidade do seu perseguidor. Se conseguir isso estará livre. Se falhar, Rumplestiltskin destruirá um por um, cinqüenta e duas pessoas ligadas a Starks - a não ser que o bom doutor concorde em se matar. Em uma corrida eletrizante contra o tempo, ele está à mercê de um infernal jogo de vingança de um psicopata. Precisa encontrar uma forma de deter o maníaco - antes que ele mesmo fique louco...


Edição: 2
Editora: Novo Século
Ano: 2013
Páginas: 464

O QUE ACHEI:
Um thriller que realmente nos prende à cada página! Assim que li a sinopse eu 'pressenti' que ia gostar do livro e não me enganei: Todo suspense psicológico me fascina e eu não consigo parar de pensar na história. O termômetro que mede a minha "fascinação" por um livro é o quanto penso nele, quando paro de ler. O quanto fico analisando os fatos, os diálogos e os personagens e o quanto me identifico com os protagonistas, o quanto torço pelo sucesso deles ou, ao contrário, o quanto torço pela derrocada dos 'vilões' (quando a história os tem).

Em "O Analista" eu não cheguei a me identificar com o Dr. Starks e o início pode parecer levemente cansativo, com toda a lengalenga de um cérebro médico, que só consegue pensar e agir como tal. Mas a certa altura da trama - pouco antes da metade - há uma reviravolta total. Quando as saídas, todas as saídas pensadas pelo psicólogo, se mostram inúteis e todas as suas reflexões sobre o caso mostram-se enganosas. A certo momento, Jack para de pensar como o acomodado médico, acostumado a uma rotina imutável e apenas a deixar os outros falarem. Ele pressente o perigo iminente e nota que o psicopata que o persegue não é um assassino louco qualquer: É alguém que tem um método, tem dinheiro e tem todo o vigor de uma mente louca mas bem focada em seus objetivos. E bem mais que a dele...


A partir daí o livro se transforma. Da metade em diante o acomodado homem de meia idade se torna um homem mais agitado, mais estressado, mas também muito mais hábil em seu método de ação. Mais ativo, realmente. Muito ativo e preparado para o que der e vier, após tomar sua decisão: Lutar por sua vida (o que lhe restava dela, o que não era muito... mas que ainda podia se transformar em uma mais vida produtiva) ou simplesmente desistir. E quando ele toma sua decisão, a coisa toda vai mudando. Não será fácil, aliás será terrível... O médico vai comer literalmente, o pão que o diabo amassou.

Uma trama bem envolvente, um romance em que suspense, dramas pessoais, quebra-cabeças psicológicos e ação vão dar o tom da história. Não é apenas uma história de mistério, é muito mais que isso. Vale cada centavo pago por esse ótimo bestseller.
Share:

0 comentários: