Arquivo X - A verdade esta lá fora


Arquivo X - 1 A Verdade Está Lá Fora - Les Martin

Este é o primeiro episódio da série Arquivo X, levado ao ar pela Fox, nos Estados Unidos, em setembro de 1993. Também é o primeiro contato com esta seção do FBI - Os Arquivos x - que investiga casos estranhos e inexplicáveis, fenômenos paranormais e contatos com alienígenas. Aqui, você poderá acompanhar o primeiro encontro dos dois agentes, Fox Mulder e Dana Scully, suas diferenças de opiniões, personalidades e métodos de trabalho. Perceberá, também, a atitude ambígua da agência governamental diante das descobertas dos dois agentes.


O QUE ACHEI: O seriado arquivo X deixou saudades. Um dos seriados mais inteligentes e viciantes da tevê, acredito que só comparável ao bem-bolado "Lost".

Para matar as saudades, comecei a reler os episódios (poucos, infelizmente) que foram publicados como livretos, relacionados aos episódios da série televisiva.

O primeiro livro é também a história do primeiro encontro entre a racional e prática agente Scully e o temperamental e criativo agente Fox Mulder. Aqui vai uma "compilação" das cenas mais chocantes do seriado que marcou época e se tornou um ícone na guerra contra a desinformação dos governos em relação aos ovnis.




Conheceremos a história investigada por eles, quando vários jovens de uma cidadezinha do interior são misteriosamente "tocados" por uma luz misteriosa, no meio das florestas e ficam, após isso, meio loucos.

É curioso como a ufologia tem se desenvolvido, ao longo de três décadas. Quando eu ainda era criança, raríssimos eram os livros sobre Ovnis encontrados por mim nas estantes de livrarias e/ou bibliotecas, e eu os devorava com a paciência obsessiva de uma futura "caçadora de livros" e adepta da "literatura do sobrenatural". A ovniologia (para usar um termo mais português) ainda estava engatinhando, mas ainda se podia degustar essa controversa ciência através dos livros incríveis de Charles Berlitz e Eric Von Däniken. Eu, claro, caí nela de cabeça.

Quando os primeiros episódios de Arquivo-X foram ao ar, na tevê aberta, foi numa época em que a internet não tinha nem nascido. Então, a gente fazia todo o possível para não perder os episódios semanais. Lembro que, ainda solteira, eu ficara fascinada pela dupla de agentes e e me identifiquei logo com Scully: Sempre reservada, mais ou menos cética, usando seus terninhos escrupulosamente bem cortados, racional e calma. 
Quando me casei - talvez dois anos após a estreia do seriado - meu marido juntou-se à mim no vício pela série. Bons tempos, mesmo sem internet! 

Quando revejo algum dos episódios hoje em dia, já os percebo bem mais... ingênuos do que pareceram na época. Claro, agora a violência, o sexo e as cenas macabras/bizarras são a tônica do dia. Os novos seriados precisam ter esses ingredientes indigestos, para satisfazer a um público cada vez mais sedento de coisas fortes e perigosas. Mesmo assim, o Arquivo-X foi para minha idade de jovem adulta como o seriado "Jornada nas Estrelas" e "Jeannie é um gênio" foram para minha infância. Nunca perderão o sabor marcante do prazeroso, do original, do aventuresco, do inusitado. Abaixo algumas das cenas românticas da dupla (mais tarde, casal), Mulder e Scully.



Para as novas gerações eu ainda recomendo: Se não assistiram a série, pelo menos leiam esses livrinhos, que, apesar de curtos e resumidos, ainda trazem à tona verdades que nós, como avestruzes medrosas, fazemos questão de ignorar, metendo a cabeça na areia... :)


Share:

3 comentários:

Arismeire Kümmer Silva disse...

Condesso que comprei os livrinhos desta série, mas acabei me desfazendo deles porque não gostava da forma que eram escritos. Já o seriado, já baixei até o fim da quarta temporada. Como eu amava Arquivo X. Eu chegava a sair mais cedo da faculdade só para ver, hahahahahaha. Gostei de tudo até a sexta temporada, depois as coisas ficaram complicadas e de alguns episódios não gostei. Na ultima temporada, qdo soube que os Lone Rangers morreriam, parei de assistir no episódio anterior a morte deles e nunca vi o fim. Meu marido diz que eu fui abençoada por isso, pq o final é horrível, hehehehe. Eu também gostava muito de Millennium, até refazerem tudo tentando atrair audiência e estragaram uma série perfeita. Sugiro que vc assista Fringe. na minha opinião Fringe superou e muito Arquivo X.
Bj, Aris.

Jossi Slavic Genius disse...

Oi, Aris!
Menina, Arquivo X sempre foi "lindo", huahuahua, se é que se pode falar assim de um seriado de suspense, terror e ficção científica, rsss...
Olhe... eu baixei toda a série, mas não cheguei a assistir as últimas temporadas, não! O que eram os Lone Rangers? Eram os Ets? Sei que vi pela tevê apenas um dos últimos episódios, mas achei tão esquisito... depois, paramos, eu e meu marido, porque o canal que passava começou a fazer baderna. Uma semana passava episódio novo, na outra passava reprise.

Agora tenho todas as temporadas no pc, mas... sei lá, as primeiras são tão ingênuas hoje.

Fringe? Pois é, comecei a assistir, vi os 3 primeiros episódios, depois parei... não sei, parecia que havia muito lugar-comum, enredos que já tinham sido usados em outros filmes, sei lá... talvez melhore na 2ª, 3ª temporada, o que vc me diz?

Se for realmente bacana, vou assistir, sim. Você é especialista em filmes e séries de fc, suspense e terror, então sua opinião para mim tem um grande peso.

Bjoss!
:)

Arismeire Kümmer Silva disse...

Eu posso te dizer o seguinte, sobre Fringe: a primeira temporada parece constar apenas de episódios com monstros da semana, só que daí vc vai chegando perto do fim dela e as coisas começam a mostrar seu real significado e vc fica de boca aberta e então vem as seguintes temporadas e ao final de cada uma delas meu cérebro quase explodia, então, no final, tudo...TUDO foi amarrado. Tudo, desde o inicio, tinha seu motivo e sentido. Eu fiquei triste com uma ou outra escolha, mas não tem como dizer que foi a primeira série que acompanhei que respeitou sua mitologia e carater dos personagens e seus fãs :-)
Sobre Arquivo X, depois da sexta temporada as coisas começaram a ficar estranhas, com tramas fracas e só piorou. Os Lone Rangers eram um grupo de Nerds que ajudavam o Fox (muito engraçados).