Darren Shan - Darren Shan 2 - O Assistente de Vampiro


 O Assistente de Vampiro - (Saga Darren Shan, livro 2) - Darren Shan
Diabólica combinação de realismo, humor e de todos os elementos aterrorizantes que rondam o mundo dos vampiros, a série Circo dos Horrores - a saga de Darren Shan, não foi escrita simplesmente para assustar e sim para colocar os nervos do leitor em teste. Em O assistente de vampiro, o protagonista luta para se adaptar à sua nova vida e tenta desesperadamente resistir a pior das tentações... que pode até levá-lo à morte. Mas quando encontra o Homem Lobo algo terrível acontece e muda radicalmente sua maneira de encarar os fatos.

O QUE ACHEI:
O pobre Darren, agora um "meio-vampiro" é assistente do Sr. Crepsley, embora o tenha feito apenas para salvar uma vida. Aliás, neste ponto o autor colocou certa lição e ensinamento moral (o que acho super saudável nos livros dirigidos às jovens mentes), pois notamos como o garotinho foi maduro e consciente ao tomar sobre si aquele terrível fado: O de viver como morto-vivo, beber sangue e isolar-se da sua querida família. Mas tudo isso com um propósito, o de salvar a vida de outra pessoa... Isso é louvável, e quem dera todos os adolescentes pensassem como ele, nesse momento. Fazer qualquer sacrifício para salver alguém que ama.

Entretanto, a detestável Mme. Octa continua em cena (que raiva, ela bem podia ter sido esmagada por um carro ou devorada por um tigre), e uma das tarefas do assistente será cuidar da malvada... Pobre Darren, que agora já não vê mais na odiosa criatura aracnídea nada de fascinante ou maravilhoso, apenas o que ela é de fato: Um inseto nojento, grande e perigoso.

Além desses malfadados acontecimentos, Darren vai se sentir solitário, o que fará com que o sr. Crepsley (um vampiro nem tão mal assim!) o levará de volta ao Circo dos Horrores. Novos personagens que entrarão em cena: O menino cobra, "Ofídio", Sam Crespo (um vizinho) e CC, um carinha que luta pela "natureza", e que entrará em contato com Darren num desses acasos negativos do destino e desencadeará vários acontecimentos. Nenhum legal para Darren.

Outro livro bem escrito para a rapaziada dos 12 em diante, mas que ainda assim trará cenas bastante indigestas...  Não leia o livro se estiver comendo qualquer coisa... Espere para lê-lo bem longe da hora das refeições, pois algumas cenas são literalmente nauseantes! Um pequeno exemplo:
"- Você quer ver uma coisa incrível? - disse ele, então, abandonando sua atitude pensativa.
- Claro - disse eu.
Ficou de frente para mim, pôs a língua de fora e a puxou para cima do lábio superior, até o nariz!
- Minha nossa! Legal! - gritei, encantado.
Ele recolheu a língua e sorriu.
- Tenho a língua mais comprida do mundo - disse. - Se meu nariz fosse bastante grande, eu podia enfiar a língua até em cima, trazer para baixo pela garganta e de volta para a boca.
- Não é possível - disse eu, rindo.
- Provavelmente não - riu, divertido. - Mas mesmo assim é impressionante. - Pôs a língua para fora outra vez e lambeu as narinas, uma depois da outra. Era nojento mas hilariante.
- É a coisa mais nojenta que já vi - ri.
- Aposto que gostaria de poder fazer isso - disse Ofídio.
- Eu não faria, mesmo que pudesse - menti. - Não fica com a língua cheia de meleca?
- Eu não tenho meleca - disse Ofídio.
- O que? Não tem meleca?
- É verdade. Meu nariz é diferente do seu. Não tenho meleca, muco ou pelinhos no nariz. As narinas são a parte mais limpa de todo o meu corpo.
- Que gosto tem? - perguntei.
- Lamba a barriga da minha cobra que vai saber - respondeu. - O gosto é igual."

Eca, eca. O autor parece ter prazer em descrever pequenas cenas nojentas como essa... Quem quer saber dessas coisas? Um mal gosto muito grande.

Bem, excetuando-se essas cenas nauseantes,  a história de Darren vai prosseguir, e mesmo com o estômago meio embrulhado, eu ainda pretendo ler o resto da saga. Se meu estômago resistir, :D



Share:

0 comentários: