Alyson Noel - Serie Imortais 1 - Para Sempre

 
  SÉRIE IMORTAIS, livro 1 - 1º Livro da Série Os Imortais – Alyson Noël

 Para Sempre - Alyson Noël
Título Nacional: Para Sempre
Ano de Lançamento: 2009
 304 páginas - Editora: Intrínseca - Título Original: Evermore

Sinopse: 
Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém.

O QUE ACHEI:
Um livro de linguagem acessível, bastante simplista, com um enredo que também não chega a ser uma grande novidade. Porém, o mais interessante nisso, é que o livro é bom, tendo um enredo pouco original ou não; tendo muitas similaridades com outros romances ditos "sobrenaturais" ou não. Tendo o mesmo "triângulo" romântico de outros romances adolescentes, ou não. O livro é de leitura fácil e agradável e até certa altura da trama, você pode acreditar piamente que alguém ali tem um segredo super-sobrenatural (para criar um novo termo). E não é Ever, apesar do "dom" que ela adquiriu.

Sobressai-se no livro a protagonista, que é diametralmente oposta ao "mocinho", Damen. Uma garota do tipo "bonequinha", aquilo que os americanos chamam de "rainha da escola" ou "mais popular da escola" (coisa que não existe aqui no Brasil, pelo menos não de maneira tão óbvia). Porém, depois do acidente, Ever deixa a vida feliz e perfeita de princesinha e se torna arredia, evitada por todos. E ainda por cima, sem família.

 O novo desafio desses romances juvenis norte-americanos parece ser a escolha que a menina (ou menino) vai fazer em sua vida, e é como um rito de passagem para a vida adulta. Todo tipo de enfrentamento é posto diante deles, desafios que enlouqueceriam qualquer adulto experiente, quanto mais um jovem, recém-saiído da infância. A simbologia é nítida: Todo jovem deve saber optar entre certo, embora difícil ou errado, moralmente condenável, embora fácil no momento.



Ever enfrenta esse desafio (da mesma forma que outras heroínas, como Elena, em "Diários do Vampiro" ou Bella, em "Crepúsculo"), correndo atrás do prejuízo que uma catástrofe trouxe à sua vida - o acidente que vitimou sua família - e para isso, conta apenas consigo mesma, seus amigos Morgan e Haven, e... o fantasma de sua irmã mais nova, morta no acidente, Riley. Ah, e claro: Um misterioso jovem chamado Damen, que se aproxima dela e por quem ela nutre sentimentos confusos.

Um bom livro, com uma trama envolvente e curiosa.



Share:

0 comentários: