V. C. Andrews - Minha doce Audrina


V. C. Andrews - Minha doce e... infeliz Audrina

Primeiro, conheçamos a autora:
V. C. Andrews nasceu na Virginia (EUA) em 1924. Escreveu seu primeiro romance com 15 anos, mas sua mãe tentou dissuadi-la da idéia de tornar-se escritora. Em 1979, conseguiu publicar seu primeiro romance, Flores no Sótão, um estrondoso sucesso, inclusive no Brasil. Um ano depois, outro sucesso: Pétalas ao Vento, que permaneceu na lista de best-sellers do New York Times por mais de 20 semanas. Seguiram-se Minha Doce Audrina, Sementes de Ontem, Paraíso e Anjo Negro. Em dezembro de 1986, V. C. Andrews morreu de câncer. Para dar continuidade ao seu trabalho inacabado, sua família escolheu cuidadosamente um ghost writer- que concluiu todos os volumes da Série Órfãs: Borboleta, Crystal, Brooke, Raven e Fugitivas.

Do site Grupo Editorial Record.

Sinopse:
Num casarão outrora grandioso, agora em ruínas, em meio a samambaias e chorões que tudo invadem, no meio de uma quente e úmida mata do sul dos Estados Unidos, uma menininha luta contra fantasmas não exatamente sobrenaturais, mas que nem por isso a assustam menos.

O QUE ACHEI:

Um livro terrível, como são quase todos os livros dessa autora. Li um comentário sobre os livros de V. C. Andrews, aqui, no site Livros Abertos.


São comentários bem picantes, onde o leitor fala com franqueza o quanto acha ruim - e brega - os livros, as capas e a temática de V. C. Andrews.

Confesso que li o primeiro da saga Foxworth (Flores no Sótão) e, de fato, de tão horrível, a história chega a nos prender. Eu não chamaria de brega, porque isso é muito relativo: a temática é pra lá de assustadora, e à medida que se lê, vai se tomando de ódios por uns personagens, e amores por outros.

Allan R. Banks - lilies-of-the-field


Em "Minha doce Audrina" a autora não foge à regra. Audrina, à primeira vista, é para ser a queridinha da família, e por ter perdido uma irmã gêmea, ela fica no lugar da "outra", amada pelos pais, pelos amigos, e por outros, nem tanto... Porém... não é bem assim. Com o desenrolar da trama, o leitor vai se encher de raiva por uma tal prima, que fará de tudo para destruir a vida de Audrina, e quase... quase... consegue.

Por um fio, Audrina escapa de uma existência maldita, vegetativa, presa a uma cadeira de rodas.

O final é tão intenso e terrível, que você, de repente, pensa: "Credo! Por que fui ler isso?" Chega a ser deprimente! Porém não dá pra dizer que a autora não puniu os maus e resgatou os bons. Até que podemos esquecer um pouco as maldades e horrores pepetrados por vários dos personagens contra a doce e pobre Audrina.


 A Girl by Gerry-And-Me
Mas, convenhamos: É, de certa forma, realista, embora algumas linhas da temática seja bem exageradas.

Se você gosta de suspenses e dramas de famílias entremeados de paixões fortes e arrebatadoras e personagens profundos, esse é o livro.
Se você prefere livros "light", esqueça V. C. Andrews.
Share:

12 comentários:

Camila P. Leitora disse...

Oi Jossi,
Eu conheço essa autora desde da minha adolescência. O romance Anjo Negro foi meu primeiro livro (grande), eu estava na oitava série... caraca isso tá fazendo tempo kkk.
Eu só tinha esse livro da autora e outros dois da saga dos Foxworth (o pétalas ao vento e o jardim de sombras). Eu havia gostado muito do Anjo negro, gostei e não gostei da outra saga, mais pelo fato de que parecia que na história, só gente loira era linda aff... E ainda eu li o último livro da saga achando que era o primeiro, então já tinha umas opiniões formadas e justificativas pra algumas atitudes... Mas voltando a autora, assim, tempos depois, por acaso eu descobri na biblioteca pública da minha cidade o restante da saga Casteel, que eu tanto achava que gostava. E no final acabou que achei bem ruinzinho as histórias... ainda gosto do Anjo Negro, as vezes acho até que foi escrito por outra pessoa, mas entendo a opinião do blog que vc deixou como indicação... há situações bem dãã pra se acreditar ou talvez imaginar kkk
O da Doce Audrina, eu achei ele em doc., os livros em sebo já procurei bastante, mas só achei dois da saga Casteel... que no final não gostei tanto qnto o outro...
Eu meio que acho que os livros dessa autora tentam ser daqueles que mostram caminhos de superação que permeiam vinganças, mancadas e etc...
Enfim, vou parar por aqui pra não ficar com um comentário muito grande... Eu fiquei tão surpresa de encontrar um post de uma autora que me marcou uma fase da minha vida, e ainda por cima sendo um post não procurado propositalmente nem nada disso, apenas clicado no google que não resisti e quis comentar :D
Bjus e até :D

Jossi Borges disse...

Oi, Camila! Realmente, os livros dessa autora são muito fortes, chocam. Hoje em dia, com tantos livros sobrenaturais e de mistério novos (inclusive de autores brasileiros), as pessoas esquecem os mais antigos. Porém acho que as editoras deviam relançar as séries de V. C. Andrews, com capas mais adequadas, menos "bregas", hehehehe. Aposto que as jovens leitoras iam gostar, já que são dramas cheios de suspense e alto teor de emoção.
Bjus e volte sempre!
;)

Camila P. Leitora disse...

Oi Jossi,
Então, do que eu soube foi que os livros foram relançados em outros países e até continuaram com outras histórias...
aki no BR a editora que lançou os livros parece que se apagou, pelo menos nunca mais soube deles (Francisco Alves ed.)
E as capas são breguinhas mesmo... tem um dos livros que se chama aki no BR "Vendaval de Sentimentos" (vish) e se não me engano o nome em inglês seria corações partidos.. menos pior que o outro kkk
Talvez eles não relancem os livros pq o público alvo da maioria não se interessaria por esse estilo mais, talvez, cru de tratar os temas de incesto, pobreza e tal. Pq meio que vc sabe que tá errado o incesto, vc sabe o pq... mas a história acaba fazendo com que entendamos um lado que não nos faz querer culpar alguém.. ou pelo menos o casal... que louco isso...
Ai, no geral, eu não tenho certeza mais se queria que os livros fossem relançados aki no BR... gosto de saber que tenho um tipo de raridade na minha estante rsrsrs e os temas abordados atualmente não competem ao estilo dessa autora. Pelo menos é o que sinto, deve ser pq não tem anjos e/ou vampiros hihi(brincadeirinha ^^)
Então, acho que é só o que tenho que dizer mesmo :)
Bjus e até

RobertaEMizangelo! disse...

Tenho todos os livros em Português da escritora V.C. Andrews... Na época (2002), o primeiro livro achei em um sebo, por acaso... Anjo negro e depois fui procurando em todos os lugares e consegui todos. A serie órfãs estava sendo lançada, então foi fácil adquirir a saga toda... São livros maravilhosos e realmente raridades.

luciana schaly disse...

Os livros são classificados como romances góticos. Quem não entende ou não gosta dessa literatura nem deve cogitar a ideia de lê-los. Simples assim.
nem critique...

Jossi disse...

Depende, Luciana. Cada um tem sua opinião. Eu gostei e desgostei ao mesmo tempo... Se voltarei à reler a tal saga Foxworth, ah... só o tempo dirá. Mas é pouco provável, pois a história é bem maluca, rss. Tem de tudo um pouco, desde sofrimentos leves a torturas, crueldade, pessoas negligentes, incesto, ódio, amor e drama, etc. etc.

tasmania flima disse...

O livro Jardim dos esquecidos de VC Andrews foi o primeiro livro com mais de 300 páginas que li aos 12 anos, mas ao contrário de muitos aqui fiquei fascinada em como a escritora consegue te envolver nas tramas, mesmo quem acha q não gostou leu até o último capítulo pq ficou pensando no que aconteceria com este ou aquele personagem, pra mim um livro q faz isso cumpriu mais que bem seu objetivo! Eu sou uma fã da V.C Andrews, tenho todos os livros dela, menos o Brooke da série Órfãns, pq qd a escritora morreu em 1986 os herdeiros não se interessaram em continuar a publicar os livros e menos ainda aqui no Brasil, de forma q seus livros estão perdidos em sebos e muitas estantes obscuras, mas eu realmente acho q quem leu Jardim dos esquecidos ( ou flores no sótão como foi dito não sei pq já q este não é o título do livro e sim do filme) deveria ler a sequência da saca que é Pétalas ao Vento, Espinhos do Mal e Vendaval de emoções.
E e a leitura!!!
Tasmania

edson Flavio disse...

Muito bem dito..tasmania flima
"mesmo quem acha q não gostou leu até o último capítulo pq ficou pensando no que aconteceria com este ou aquele personagem" num romance n podemos esperar sempre o obvio. Eu adoro VC Andrews,, escreve de uma maneira tao envolvente k esqueces de tudo a sua volta. Fico feliz por partilhar apesar de sermos de areias diferentes. sou de Africa (Mocambique) abraços

tasmania flima disse...

Oi Edson Flávio, realmente independente do estilo de livro, qd ele parte p/ o óbvio perde a magia, infelizmente muitos romances são assim , VC sempre sabe que depois de tudo os moçinhos vão ficar juntos ou morrer juntos ou um morre e o outro passa o restante de sua vida sem nunca mais amar alguém verdadeiramente, tendo estes como finais padrão eu acabo por preferir ler terror e ficção fantástica, estes qd bem escritos conseguem me prender, mas como disse antes sou fã da VC Andrews. Somos de areias diferentes, mas independente da área toda areia é igual! Abraços do Brasil

Unknown disse...

estou a seis anos procurando o anjo negro e nao acho. gostaria muito de continuar a leitura tenho a historia de harven e portoes do paraiso.

Crazy Elena Gilbert disse...

Quando estava na sexta série, em 2012, eu era uma das únicas alunas que ficava pegando livro da biblioteca, e a moça me recomendou a Série Órfãs, desta autora. Eu me envolvi muito nas estórias e isso me fez perceber o quanto eu amo a leitura. É minha saga de livros preferida e sempre será. Até hoje procuro os livros pra ler de novo, mas nunca achei...

tasmania flima disse...

Oi Elena! Talvez vc goste de saber que os livros da VC Andrews estao sendo relançados pela editora novo século , e com novas capaz P os críticos das antigas, eu vi no bienal do livro desse ano (2016) o livro JARDIM DOS ESQUECIDOS que é o primeiro da série dos dos 4 irmãos trançados no sótão. Imagino que como a história tem 5 livros, eles não vão fazer a sacanagem de publicar o primeiro e não lançar os outros, online o livro custa 21 reais. Eu gosto muito dos livros dela, mas essa série é a minha predileta. Não sei se vc sabe mas tem o filme dos livros com o mesmo título do impresso e é possível vc assistir de graça no YouTube.