Stephen King - Tudo é Eventual



Tudo é tão bizarro...
  
 Primeira reunião de contos de Stephen King desde Pesadelos e Paisagens Noturnas, o livro apresenta o mestre do terror em grande forma. Na obra destacam-se contos como "Andando na bala", o mais bem-sucedido e-book de todos os tempos, que atraiu meio milhão de leitores online no mundo todo; e narra a história de Alan Parker, um jovem universitário que precisa viajar urgentemente para visitar a mãe hospitalizada. Ao aceitar aquela carona no meio da noite, Alan só pensou que precisava chegar logo a seu destino. No meio do caminho, percebe que aquele estranho motorista poderia ter outros planos para aquela viagem... No entanto, já era tarde demais.
    Em "1408", conheça Mike Enslin. Ele nunca acreditou nos fantasmas que adorava apresentar em seus livros de terror, entretanto, uma única noite no misterioso quarto 1.408 é capaz de acabar com muitas de suas certezas e, quem sabe, até com sua própria vida.
    No conto "Tudo é eventual", que dá título ao livro, Dink é um adolescente e consegue seu primeiro emprego. Vai ter que morar longe da mãe mas, pensando bem, isso não chega a ser um problema. Ele só precisa navegar pela Internet e tem que gastar cada centavo da bolada que recebe semanalmente. Tudo parece bom demais para ser verdade, até que ele passa a desconfiar de que coisas muito estranhas acontecem quando aperta o mouse. Ele não tem ninguém por perto para dividir seus medos e qualquer decisão sua pode ser fatal.
    Essas são algumas das histórias que aguardam você. Um livro intenso, sinistro e envolvente com a inconfundível marca do mestre do horror.
    Essa edição de "Tudo é eventual" vem num formato especial, o que tornou o seu valor mais barato. Trata-se, portanto de um produto novo no mercado.

Autor: STEPHEN KING
Ano: 2005
Número de páginas: 308
Acabamento: capa dura
Formato: Médio

O QUE ACHEI:

Um bom livro, embora o conto que dá nome ao livro não seja tão, tão bom assim. 'Montado na Bala' é um típico conto de horror com fantasmas, que adverte contra pessoas insensatas, que "aceitam ofertas de estranhos" sem muito questionamento. E isso vale, lógico, para os caroneiros...

O conto que mais interessou-me, porque também assisti o filme referente a ele, é 1408, um conto extremamente assustador. 

Em 1408 King narra a aventura de um escritor que, ironicamente, costumava vender seus livros descrevendo histórias falsas de fantasmas e similares. E acaba caindo na própria armadilha, provando do próprio veneno, quando resolve passar a noite no quarto 1408, de um grande hotel citadino, famoso por ser "assombrado".


Só de ler o conto você já fica meio doido, imagine o pobre Mike.

Um bom livro.


Share:

1 comentários:

Arismeire Kümmer Silva disse...

1408 foi transformado em filme, muito bom, por sinal :-)