Alexandra Adornetto - Halo

HALO

Três anjos são enviados à Terra com planos de se misturarem aos humanos para assegurar a paz e trazer a bondade. Gabriel, o Herói de Deus, um antigo guerreiro que se disfarça de professor de música; Ivy, serafim abençoada com poderes de cura; e Bethany, a mais nova e inexperiente do grupo, enviada como uma jovem estudante para aprender sobre a humanidade.

Após Bethany se encantar com a vida humana, ela começa a viver todas as experiências de uma adolescente normal, até se apaixonar por um rapaz e coloca toda a missão em risco. As forças do mal se aproveitarão dessa situação para pôr seus planos malignos em prática. Um romance de tirar o fôlego, que responderá a pergunta: será que o amor é forte o suficiente para vencer as forças do mal?

O QUE ACHEI:
Parece que a literatura juvenil ou teen está em alta. Muito alta! E tais livrinhos vendem mesmo, é só lançar uma olhada nas vitrines de livrarias pelo país inteiro, para ficar de queixo caído, com a quantidade de títulos no estilo 'sobrenatural-teen' que estão sendo lançados.



Essa é outra 'série' (coisa que detesto, é esperar pelo lançamento do próximo livro!).   Desta vez, o anjo é uma 'anja', a jovem Bethany, uma representante do reino angélico que tem, exatamente, 17 aninhos. E vem acompanhada pelos irmãos mais velhos, o arcanjo Gabriel (acho que, de fato, se trata de Miguel, a autora parece ter trocado as bolas), e Ivy.

Ela se apaixona (!!!) por um rapaz da mesma idade dela... coisa de romance teen, não é?
Um anjo apxaixonado por ser humano não é novidade. No cinema, temos esse mesmíssimo tema, através do filme "Cidade dos Anjos", onde o anjo se apaixona por uma médica. E inúmeros livros recentes sobre anjos bons e anjos caídos, a maioria deles 'se apaixonando' por seres humanos...

Nesse romance, que tem muitos lugares-comuns, tramas e cenas absolutamente previsíveis, a menina é o anjo, e o garoto, Xavier, um bom moço, o típico "príncipe encantado", que fará o par perfeito com a pequena anja.

Não digo que o livro não me agradou, embora, claro, eu preferisse uma história com maior profundidade, e que autora tratasse de temas como religião e misticismo com mais responsabilidade.


Na trama, Deus é um Pai que, na maior parte do tempo, está ausente, ou mais ou menos inacessível, e as demais autoridades angélicas não surgem, ou se mantém ocultas entre as nuvens e a luz infinita dos céus...

Os três anjos pouco fazem para mostrarem seus 'poderes do bem', e apenas Gabriel, dos três, tem mais semelhança com um anjo de verdade.

O romance, como disse, não é aquelas coisas, mas pode ser um bom passatempo para os adolescentes ligados no "sobrenatural".






Share:

3 comentários:

Bia Carvalho disse...

Apesar de vários comentários negativos que já vi sobre esse livro, eu gostei muito.
Porém, a sinopse da sequência, Hades, já me deixou com a pulga atrás da orelha... to achando que a autora vai se perder um pouquinho...
Espero que não, vamos esperar para ver!

Bjs
Bia
www.amormisterioesangue.com

Jossi Borges disse...

Bia, eu confesso:Detesto livros em série, principalmente as que ultrapassam 3 volumes.

A gente quer logo terminar a sequencia e saber o que vai acontecer com os personagens... estou até hoje esperando a continuação de "NOTURNO" de Guilhermo del Toro, mas já faz mais de 1 ano, e até agora a editora não lançou a continuação...

Esperemos que HADES seja melhor que o primeiro, e tenha mais "densidade" e ação... fora isso, até que o livro é bom.

Bjos

Pat Kovacs disse...

Tenho esse livro, adquirido numa banca de jornal. O início é reamente bom, mas do meio pro fim a autora se perdeu mesmo!
Onde já se viu anjo com crises de insegurança?? Sem contar que os personagens são todos patéticos! Mas é isso que interessa pro mercado, né?
Livros patéticos para público idem.