Sarah Kemp - Os Filhos do Demonio

 
UM LUGAREJO estranho e situações ainda mais estranhas deixam uma médica à beira da loucura.

"Estranhos incidentes infernizam as férias da dra. Tina May na bucólica vila de Trepoll Haven. A médica - famosa por seu programa de TV - se recusa a acreditar no sobrenatural. Até que, numa noite de tempestade... um relâmpago rasga as trevas no alto do penhasco. À breve claridade, ela vê algo que só pode provir de um lugar: do próprio inferno.

Editora: Nova Cultural
Ano: 1987
Páginas: 170

O QUE ACHEI:
Um daqueles livros dos anos 70/80, que você olha e não dá muita coisa por ele. Mas qual não foi minha surpresa, ao começar a leitura e dar-me conta de que era um excelente livro de suspense!
Não é nada sobrenatural (o que o título pode sugerir), mas tem todos os ingredientes de um belo thriller, e daria um bom filme, tipo sessão de sábado à noite.

A médica, dra. Tina, é uma mulher moderna e bem resolvida, que a conselho de um médico amigo, vai tirar umas "férias" para aliviar o stress. Mas no isolado vilarejo, onde todos a olham com desconfiança, ela não encontra o sossego que procura. E ainda menos na casa oferecida pelo amigo psicólogo, em cujas paredes estão pintadas figuras diabólicas - pinturas que, segundo o dono da casa, foram feitas por um "artista" meio hippie, que fora seu paciente e também era um demonólatra. Uau, que casa para se recuperar de um estresse!
E os incidentes vão se sucedendo, como se algo ou alguém, quisesse literalmente deixar a médica totalmente pirada.
O final é um misto de suspense e terror, mas tudo muito light e bem convincente.
Nota 10.








Share:

1 comentários:

Aris disse...

Preciso ler este livro. Nunca tinha ouvido falar dele. Fiquei curiosa.
Bj, Aris.