Stephen King - O Iluminado

Sinopse:

"DANNY TORRANCE não é um menino comum. Danny é capaz de ouvir pensamentos. Ele pode transportar-se no tempo e olhar o passado e o futuro. Danny é um iluminado. Maldição ou benção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.
Quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador do velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se de vez das convulsões que assustam a família. Só que Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu de enterrar velhos ódios, cicatrizar antigas feridas. O Overlook é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. O Overlook é uma sentença de morte e quer Danny, e precisa dos poderes de Danny para chegar ao fim.
A luta assustadora entre dois mundos. Um menino e a ânsia assassina de poderosas forças malígnas. Uma família refém do mal. Nesta guerra sem testemunhas, vencerá o mais forte. "

O QUE ACHEI:
Uma história de arrepiar, literalmente. Stephen King sempre se supera, e quando você pensa que já leu o pior (ou o melhor) da história, lá vem mais surpresas... A leitura começa amena. 

Os poderes - ou seriam 'maldições'? - do velho hotel principiam a se mostrar para Jack Torrance e para o pequeno Danny aos poucos, e o cerco começa a se fechar sobre eles... O leitor não consegue parar de ler, mesmo sentindo medo, mesmo sentindo vontade de fechar o livro às vezes, quando as cenas são bizarras demais ou fortes demais... ou assustadoras demais... Mas a gente não fecha. Eu fiquei firme, e quando cheguei ao fim, suspirei de alívio... 


Bem, o final não é exatamente o que eu gostaria que fosse, mas ao menos não é tão mórbido quanto em outros livros do Rei do Terror. 

Se você só gosta de leitura amena, esqueça... se gosta de muitos arrepios e não liga para unhas roídas, vá em frente. É de um suspense psicológico intenso, profundo, mexe com nossos piores pesadelos e medinhos de infância  quevêm à tona, se avolumam... Mas vale a pena. Superior à sua versão cinematográfica, nem se fala!

Share:

3 comentários:

Regina disse...

Eu amo esse livro! A cena da mulher na banheira é inesquecível! Cheguei a pular de susto rsrsrsrsrs.

Realmente, não é recomendado para quem não curte muito terror!

bjs

Eliana disse...

Gosto muito do livro. Nunca esqueci a cena no jardim onde os arbustos são podados em forma de animais. Precisa ter coração forte. Bjs.

Jossi Borges disse...

Regina e Eliana, realmente. O livro é um dos melhores (ou piores, dependendo do gosto) de Stephen King. Mas para o gênero terror/suspense, é de dar calafrios! Você não quer ler... mas ao mesmo tempo precisa ler, para ver o que acontece. Isso é característica dos bons livros, os que prendem os leitores.
;)