Meg Cabot - A Mediadora, Terra das Sombras


Livro 1 – A Terra das Sombras

SUZANNAH seria uma adolescente igual a todas as outras se não fosse um dom especial: a  capacidade de ver fantasmas. Ela é uma mediadora, uma pessoa que tem como missão  ajudar essas almas penadas a descansarem em paz. E isso signifca... problemas. Como  explicar à mãe ou aos professores que suas travessuras noturnas foram provocadas por...  assombrações? Quando a mãe se casa pela segunda vez e se muda de Nova York para a  ensolarada Califórnia, as coisas parecem que vão melhorar. Mas, ao chegar lá, Suzannah  percebe que a nova família mora em uma casa antiga. E, é claro, assombrada. Só que,  desta vez, é um fantasma bonitão que nada faz para assustá-la. 

Muito pelo contrário. Os  problemas dela, porém, não estão no lar, mas na escola. Lá, o espírito de uma garota que  se matou por causa do namorado, ameaça a segurança de todos. Só Suzannah com suas  habilidades e poderes especiais pode salvar os amigos e professores da fúria terrível de  uma assombração com grandes poderes. A Mediadora, mais uma série de sucesso de  Meg Cabot, é uma história de tirar o fôlego. A terra das sombras, primeiro volume das  aventuras de Suzannah, é cheio de ação, mistério e suspense e, é claro, bastante  romance. Pois por mais que ela seja uma mediadora, com poderes sobre o mundo dos  mortos, seu coração bate mais forte na presença concreta de um garoto, inteligente, gentil  e de carne e osso.

***
O QUE ACHEI:

Terminei o livro 1, e de imediato passei para o livro 2, "O Arcano 9". 

É leitura adolescente, os livros foram escritos há alguns anos atrás, mas o tom é perfeitamente atual, e versa sobre as aventuras da garota que fala com "fantasmas", Suzannah. Não é exatamente uma obra monumental , daquelas que te prendem e te deixam obcecado (como Harry Potter, igualmente adolescente, mas cheio de "carisma"), mas é interessante. 



Eu gostei da pose "gótica" da mediadora, uma menina despojada, durona, que sabe o que quer e conhece perfeitamente os caminhos perigosos que tem pela frente. Não é do tipo 'mocinha-xarope' que fica sonhando com meninos (embora ela deixe claras suas quedas por eles), e tem muito traquejo para realizar suas missões. Nesse primeiro livro, ela nos apresenta a Jesse, um fantasma que habita seu quarto (na nova casa onde ela foi morar, com a mãe e o padrasto), que será (suponho) sua paixão durante toda a série. Isso é divertido  e diferente, um mocinho-fantasma! 

Nota 8,0 para o primeiro livro.


Share:

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu ja li a série inteira e é totalmente surpreendente... quem esta com dúvidas se vai gostar pode ler tranquilamente...pois o que falta num livro tem no outro...eu amei a série.E na minha opinião da de 10 a 0 na série Crepúsculo que tbm já li inteira...Tbm vou acompanhando a série House of Nigh q alias quem não leu, não deve perder tempo e precisa ler, a autora nos envolve na trama do começo ao fim é fantastica.
Xau, boa leitura.

Jossi Borges disse...

Concordo. Uma série boa, melhor que o "Crepúsculo", que tem um enredo bizarro demais.
:)

jessica alves disse...

A serie A MEDIADORA, é sem duvidas muito melhor que CREPÚSCULO, em crepúsculo faço o comentario que quando começou era muito bom, mais o seu meio e seu desfecho foi simplesmente um lixo (para mim) tem muitas series que sempre queremos sua continuação, que da aquela tristeza por ter acabado, mais em crepúsculo foi diferente, devia ter acabado no começo e assim teria sido um romance bem melhor. A serie A MEDIADORA é simplesmente fantástica muito boa e recomendo muito, outra muito boa é FALLEN.