Richard D. Webber - O codigo de Salomão

Um código... dezenas de mistérios... 

ABAIXO DO ALTAR de St. Peter, abrigado em segurança em uma câmara escondida, o caixão íntimo do papa João Paulo guarda os segredos de seu delicado coração. Depois da intempestiva morte do mestre general Spears, durante o ataque aéreo à basílica, a caixa decorada foi retirada de suas coisas pessoais por oficiais e entregue ao novo Vicar de Cristo, para ficar em segurança. Ela continha os desejos finais de João Paulo, suas verdadeiras aspirações, seu testamento e sua decisão de incluir as mulheres no sacerdócio. Agora estava escondido para sempre, longe dos curiosos, colocado lá antes, pelo recém-eleito papa Bento XVI.

CODIS - a combinação do Sistema de Classificação de DNA do FBI - encontrou uma ligação. Uma ligação entre o passado e o presente. Entre a realeza e o maior terrorista do mundo. No aniversário de sua tomada pelo papado, os Cavaleiros Templários querem vingança...


Meus pareceres:

Não gostei realmente desse livro. 

Uma trama que prometia tanto (pela sinopse) mostrou-se, no decorrer da leitura, de total incoerência entre fatos narrados e tema principal. 

Para falar a verdade, nem sei qual era o tema principal! A meu ver, seria o tal código... mas a trama se perde num meandro confuso de personagens, espiões, bandidos, mocinhos (e 'mocinhos-vilões'...), polícia, gente boa e gente má, que o leitor fica totalmente perdido. Quem é o protagonista? Existem protagonistas?

Quem aqui tem boas intenções? Ou todos serão bandidos (apenas com aparência de 'mocinho')? Por que tantas espiãs (e espiões)? Não existe um único mistério central (como nos livros de Dan Brown). A ação decorre, não numa direção única (em direção ao clímax), mas em diversas direções, tornando o texto lento, confuso, cansativo.

Share:

0 comentários: