José Mauro de Vasconscelos - Rosinha, minha canoa



José Mauro de Vasconcelos - Rosinha, Minha Canoa


Jovens e adultos vão se emocionar com a história de Zé Orocó. José Mauro nos transporta para um mundo de emoção e sensibilidade. Zé Orocó é um homem simples que navega pelas águas do rio Araguaia com sua canoa Rosinha, que também é um ser meio mágico, com quem Zé conversa e troca idéias. 

O QUE ACHEI:
Li esse livro aos 14 anos, e jamais me esqueci. Foi um dos primeiros livros de fantasia juvenil, que cheguei a ler, e no mundo de Zé Orocó há toda uma gama de paisagens com clima bem brasileiro, personagens regionais inesquecíveis, o sabor e o clima de nossa terra. ;)

Esse livro, bem como "O Meu Pé de Laranja Lima" (um infanto-juvenil que virou novela, pelos idos dos anos 70), são similares. Em ambos, o protagonista tem como amigo uma "coisa-criatura". No primeiro livro, é o tal pé de laranja, que fala com o menino. No segundo, é a canoa Rosinha. Pode parecer bizarro... e é. Porém tem uma tom de fantasia infantil encantadora, que nos remete às nossas infâncias e nos faz ora chorar, ora sorrir.
Rosinha, Minha Canoa, é não apenas uma narrativa juvenil ou adulta-juvenil, é a expressão perfeita do regionalismo idílico de um escritor, que usa as palavras com delicadeza e poesia surpreendentes. José Mauro de Vasconcelos mostra beleza, amor, pureza e sensibilidade ao falar do singelo Zé Orocó, que ama sua canoa e é amado por ela, onde a natureza é retratada em toda profundidade e todas as suas cores, suas cores mais vívidas. É ainda o retrato de dramas humanos, de tristeza e alegria, de sofrimento e pobreza, mas também de satisfação e pequenos momentos de felicidade.

Um ótimo livro para os adolescentes começarem a conhecer nossa boa literatura.
Share:

0 comentários: